frases-de-você

20 frases brilhantes que ouvi na High Stakes Experience

Vamos lá ao tema da semana: High Stakes Experience, o evento mais top de desenvolvimento pessoal que já vimos por aí. Primeiro, preciso dizer: gratidão por todos os que leram o relato anterior, elogiaram, se engajaram. Estamos no caminho, só tenho essa certeza! 🙂

E agora, quero falar um pouco do conteúdo. Todo mundo que saiu de lá, saiu com a mesma impressão: uau, agora tenho que absorver as informações.

Por aqui não é diferente. Estou todos os dias tentando aplicar mais um ensinamento, trazer pro dia a dia tanta coisa boa. Mas realmente, é muito conteúdo – e olha que eu perdi um dia porque saí para dar meu curso de Marketing Digital Definitivo. Porém, para resumir, decidi colocar aqui algumas das frases que anotei. Não são só pensamentos e talvez eu não faça jus aos seus autores / palestrantes responsáveis por disseminá-las, mas como estamos em um contexto de compartilhamento, acho que ninguém deve se doer por isso. Vejo como ensinamentos da tribe High Stakes e estamos indo juntos nesse caminho pró-evolução. (Qualquer coisa, é só me alertar, que coloco o autor!)

O fato é que desde pequena sou muito estimulada e inspirada por frases, então achei essa solução para compartilhar com todos o conteúdo vasto desse evento. #bora?

 

  1. Primeiro, a mais top e significativa de todas: A vida acontece de você e não para você. Tão simples, tão impactante. Para mim não fala só sobre responsabilidade sobre seus atos, sobre uma mente positiva, mas também sobre sua importância no mundo. Somos atores dessa mudança, mas o mundo não gira a nossa volta. É uma linha tênue.frases-de-você
  2. Em algum momento ele ainda falou que a vida acontece através de você. Sobre nosso poder de mudar tudo, influenciar as mudanças.frases-através-você
  3. O grande vilão da nossa evolução são as pessoas sem causa. O Goffi falou isso algumas vezes e baseou muito de seus discursos nessa premissa. Não adianta trabalhar com foco em dinheiro, não adianta viver sem um propósito. – Já pensou qual é a sua?frases-pessoas-sem-causa
  4. It’s not about us, it’s about them. É como a High Stakes Academy pensa. No final do dia, tem que fazer sentido para os alunos e não para a empresa. Parece super simples, mas quantas empresas estão realmente pensando no que é melhor para seus clientes e não simplesmente no que elas querem? Ainda nesse contexto, alguém comentou que quando olhamos pra lua temos que ter em mente que a questão é a lua e não o dedo que aponta. <3frases-about-them
  5. Tenha olhos mais sensíveis. O Goffi menciona isso várias vezes. Ele comenta que quem tem olhos mais sensíveis, como essa nossa mentalidade inquieta, consegue ver além. Eu traço um paralelo com olhos que não somente olham, mas vêem e, acima de tudo, sentem. Não é só empatia, é o tal do Fucking Care mais uma vez.frase-olhos-sensíveis
  6. É muito mais o que você faz, muito menos o que você fala. Resume tudo. Não estamos tentando convencer ninguém, nem conseguimos, porque a mudança é interna, mas nosso exemplo pode mudar muito mais que o nosso discurso.frases-o-que-você-faz
  7. Ainda sobre isso: as pessoas não mudam porque você quer, elas mudam porque elas querem.frases-pessoas-não-mudam
  8. Quando você diz não para algo muito foda, você potencializa o seu sim. Ele fala isso quando menciona as “oportunidades incríveis” que algumas vezes temos que negar em prol da nossa causa, em prol do longo prazo.  E no dia a dia é o que fazemos: negamos aqui, aceitamos aqui. Toda ação tem que ser pensada – não só no trabalho, mas em todas as esferas da vida.frases-dizer-não
  9. Nenhum plano resiste ao campo de batalha. É um pouco sobre colocar a mão na massa, sair fazendo e aí sim ir mudando as coisas. É sobre aceitar as adversidades da vida e manter a mente inabalável. É sobre o poder de adaptação. (Em tempo, vale lembrar que o evento estava perfeito quando, de repente, barulhos vindos de outro pavilhão do Expo São Paulo começaram a atrapalhar o entendimento das palestras. Como High Stakes foca em solução e não em problema, arrumaram não sei de onde milhares de fones e o povo voltou a escutar. (Isso é fucking care, isso é focar na solução, caramba, isso é muito f***!!!)frases-campo-de-batalha
  10. Estar pronto é tudo. Palavras de César Curti, do Mahamudra Brasil. Ele fala sobre a importância de estar treinado, preparado. De não esperar se afogar, por exemplo, para começar a nadar. É sobre esporte e sobre vida também. Ele comentou que a única forma de vencer seus medos é ficar de frente pra eles, encará-los e ultrapassá-los. Lembrando que o medo é um dos grandes vilões para tudo que deixamos de fazer.frases-estar-pronto
  11. O sucesso é a somatória dos nossos fracassos. A gente aprende com eles, melhora com base nisso e aí atinge o sucesso.frases-sucesso
  12. Conhecimento parado se deteriora, como a água que fica parada em uma garrafa. Quando você guarda o seu conhecimento, ele estraga. Quando você compartilha, você alimenta o fluxo, você cresce. Você não precisa ter controle do seu conhecimento, você precisa soltá-lo.frases-conhecimento
  13. A guerra é o fracasso da comunicação. O De Rose, criador do método de ensino De Rose, disse isso. Faz tanto sentido. Não só pensando em mundo, política, mas nos nossos relacionamentos mais básicos. Ele fala sobre ultrapassar nosso “grunhido”, nos comunicarmos mais profundamente, com intuição, enxergando o que há além das palavras.frases-guerra-comunicação
  14. Ser líder é servir. Mais uma do De Rose, sobre essa função de quem influencia. Alinhado com o “is not about us, its about then”, alinhado com o fucking care.frases-liderança
  15. A fórmula da felicidade é a gratidão. Eu não conseguiria resumir esse tópico. Passei anos ficando irritada quando artistas postavam em seus instas a palavra “Gratidão”, assim solta. Depois desse evento e de tantas pessoas falando sobre isso, minha vontade é gritar, postar e falar gratidão o tempo inteiro, para todo mundo. Quando você agradece, o mundo te devolve, é mágico. Outro dia postei: “Não é que as pessoas felizes são gratas. As pessoas gratas é que são felizes”. O De Rose falou sobre agradecer a todos, até quem te fez mal. Por te dar a oportunidade de ser melhor.frases-felicidade-gratidão
  16. Sabedoria é saber ouvir.  Me recuso a comentar esta, é linda demais, é simples demais.frases-sabedoria-saber-ouvir
  17. Ouvir é estar a serviço do outro. God, isso é lindo demais. Quando nos dispomos a ouvir mais que falar, estamos a serviço do outro. E ouvir quer dizer esvaziar nossa mente de julgamentos e pré-conceitos. É estar a serviço do outro, querer ajudar genuinamente.frrases-ouvir
  18. A culpa não serve pra nada. Palavras de Michel Cavalcanti, uma das palestras que mais gostei e que merece um post exclusivo de learnings. Ele fala sobre a culpa que colocamos sobre nós mesmos, especialmente. Realmente, culpa não serve pra nada. Não muda o que passou, só gera tristeza. Entenda, perdoe, perdoe-se e boa pra frente. Ele citou duas frases de antigos pensadores que eu simplesmente amei: “A coisa mais importante a fazer se você está num buraco é parar de cavar”, de Warren Buffet, e “Se você está atravessando o inferno… não pare”, de Winston Churchill.frases-culpa
  19. Pedir desculpas não é dar desculpas. Quem falou isso foi João Cordeiro, criador do conceito accountability, que podemos simplificar aqui como o oposto da desculpability! rs É sobre não dar desculpas e não culpar os outros pelos seus problemas ou erros.frases-desculpas
  20. Encare a vida como um buffet de restaurante. Pegue o que está afim. Isso serve pra esse artigo, serve pra vida, serve pra qualquer pensamento. Simples e direto, como eu curto ser. 😉frases-vida

Por Ana Flavia Lacchia

highstakes-experience

High Stakes Experience: 9 atitudes dessa tribe que você deve copiar

Os últimos dias foram realmente intensos pra mim. Estive na High Stakes Experience, evento sobre alta performance, dei uma pausa para dar meu curso de Marketing Digital Definitivo e pra fechar, participei de um Mastermind Day com o Henrique Carvalho, do Viver de Blog. A cabeça está a mil e o coração pleno. E se tem uma coisa que aprendemos nestes dias é compartilhar, então quero fazer isso o mais rápido possível, para que nenhuma ideia se perca.

Primeiro, sobre a High Stakes Experience. Quem me conhece sabe que estou participando do Moving Up, curso do Gabriel Goffi que eu nem sei como classificar quando me perguntam sobre o que é. Em teoria trata-se de alta performance, mas vai muito mais além. É uma jornada de descobrimento e desenvolvimento pessoal.

Percebo algum preconceito, me perguntam se é autoajuda. O que tenho a dizer é: quando falamos de tudo o que é High Stakes estamos falando de um cara de 28 anos que levou 2500 pessoas para um evento sem precedentes em termos de experiência (que é a grande bola da vez para conquistar audiência). Estamos falando de um cara que olha todo mundo no olho e inspira cada uma dessas pessoas a dar o seu melhor. Poderia ser um monje, poderia ser um pastor, mas é só um cara que me faz enxergar que sou normal com as minhas inquietudes. Desde o primeiro vídeo que assisti, tenho a sensação de que pertenço a essa tribe.

Ele junta pessoas com a mesma “vibe” em prol de um mundo mais evoluído, um a um. E, além de tudo isso, está ganhando milhões com isso. Não só ele, mas todo mundo que ele nos apresenta e apresentou nesse evento. São pessoas que seguem os mesmos preceitos e se deram bem financeiramente com isso e ainda por cima, são felizes (rs). Não seguir estas pessoas é, no mínimo, burrice.

Pra mim pouco importa como querem chamar. Me faz bem, trabalha 5 pilares essenciais – e eu sempre acreditei que tudo deve estar em equilíbrio: financeiro, relacionamentos, corpo e mente, controle emocional e profissional.

highstakes-5pilares

Estamos falando de misturar meditação com dinheiro, alimentação com alta performance, reprogramação cerebral com ancestralidade, realidade virtual com shiatsu emocional, biohacking com a simplicidade de colocar o pé na grama e tomar sol todos os dias. Não é sensacional? Eu acho.

Mas o que eu quero destacar aqui é o que mais me chamou atenção nessa tribe durante o evento: são pessoas extremamente diferentes – nerds, descolados, super empresários –, mas que têm algumas características em comum que vale à pena observar. Vamos lá:

  1. Elas não se atrasam
  2. Elas não saem no meio da palestra
  3. Elas estão “all in” assistindo a palestra – ninguém abriu um notebook, ninguém ficou conversando com o amiguinho do lado. Foco 100%.
  4. Elas batem palmas de verdade, sem mão mole, e quando acham que devem, ficam de pé para aplaudir
  5. Elas se envolvem nas atividades propostas pelos palestrantes
  6. Elas se cumprimentam com olhos nos olhos
  7. Elas, por mais que sejam tímidas, saem da zona de conforto para se conectar
  8. Elas questionam tudo o que lhes é apresentado, mas se abrem ao novo sem preconceitos – ou melhor, deixando de lado seus pré-conceitos – e o primeiro passo para isso é prestar atenção no que está sendo falado
  9. Elas “fucking care”, pegando emprestado o termo que o Goffi usa. Se preocupam com quem está do lado, com o que estão fazendo ali e no seu dia a dia.

E não foi só a minha impressão, muita gente falou sobre isso. Um rapaz contou, por exemplo, que o colega ao lado pediu para olhar sua mochila para ir ao banheiro; quando voltou, chegou com dois cafés. Ele trouxe um café somente como agradecimento pelo cara ter olhado sua mochila. São pequenos gestos, mas são eles que, no contexto, vão mudando tudo. Parafraseando novamente o Goffi,

é muito menos o que você fala, muito mais o que você faz.

 

Minha reflexão foi essa: quando você vai a um treinamento ou evento, como se comporta?

Eu pretendo melhorar algumas coisas, e você?

No próximo artigo vou trazer meus learnings em frases marcantes dos palestrantes. E ainda tem muito mais!

frase-gabriel-goffi-questione

 

Por Ana Flavia Lacchia